Aplicações de fertilizantes líquidos e sólidos, tais como uréia, cloreto de potássio e superfosfatos.

Equipamentos apropriados garantem uma distribuição uniforme e excelentes resultados para adubação de cobertura em culturas como eucalipto, cana, milho, feijão, algodão, batata, dentre outras.

A Tecnologia embarcada em nossas aeronaves garante a aplicação das doses corretas, minimizando perdas e aumentando a eficiência biológica do produto. Todos os equipamentos são ensaiados através de histogramas e curvas de deposição, de forma a garantir o equilíbrio dinâmico entre pulverização e depósito do produto no alvo, com mínimos riscos de deriva e padrão apropriado de deposição.

A Vale do Paranapanema dispõe de uma vasta gama de equipamentos e aeronaves destinados a efetuar, com precisão e eficiência, os mais variados tipos de aplicação em diferentes culturas.

Dentre os serviços prestados, destacam-se as aplicações de inseticidas(químicos e biológicos) fungicidas, herbicidas, maturadores e inibidores de florescimento.

Aplicações Aéreas em Alto Volume, Baixo volume Oleoso (B.V.O.) e Ultra baixo volume (U.L.V).

BVO melhora aproveitamento de defensivos.
Dois fatores são essenciais hoje em dia, em tudo quanto se refere à agricultura: menor custo de produção e baixo impacto ambiental. Neste sentido, uma técnica desenvolvida no Brasil, a partir da adaptação de um sistema inglês, está revolucionando a aplicação de defensivos agrícolas por via aérea para controle de pragas em lavouras de ciclo anual, como soja e algodão.

Trata-se da tecnologia chamada de BVO - Baixo Volume Oleoso, desenvolvida pelo Centro Brasileiro de Bioaeronáutica - CBB, que consiste na aplicação de produtos químicos com base oleosa, ou seja, envolvendo o produto ativo em óleo, o que evita a evaporação e permite que se usem gotas muito finas, mais adequadas para o controle de pragas e doenças. Esse sistema proporciona economia de 10 a 30% dos defensivos; aumento de produtividade e menor impacto ambiental.

De acordo com o Engenheiro Agrônomo e Doutor em Agronomia pela ESALQ/USP, Marcos Vilela de M. Monteiro, diretor do CBB, as aplicações, em que os produtos químicos são diluídos em água, não permitem a aplicação de gotas finas porque elas evaporam. Para que isso não aconteça, é preciso fazer gotas com volumes 10 a 30 vezes maiores que o necessário.

“Desta forma, há desperdício de produto”. Além disso, nas aplicações de Alto Volume, com 30 a 40 litros por hectare, o rendimento dos aviões é muito baixo: 60 a 80 hectares em uma hora. Com a redução para 5, 6 ou 8 litros por hectare, é possível dobrar o rendimento dos aviões, explica Marcos Vilela.   Os Atomizadores Rotativos de Disco (ARD) podem produzir até 90% do volume do líquido pulverizado, em gotas de maior eficiência biológica, contra 70% dos Atomizadores Rotativos de Tela.

Esses equipamentos são de excelente desempenho nas aplicações em Ultra Baixo Volume - UBV (1 a 5 litros/hectare) e Baixos Volumes Oleosos (5 a 15 litros/hectare), com o uso de veículos oleosos.

A ordem de adição dos componentes é fundamental para o sucesso da formulação, devendo ser sempre: COADJUVANTES + PRODUTO + ÁGUA. Na calda deverá ser adicionado coadjuvante conforme orientação técnica.

Principais vantagens do baixo volume oleoso

  • Aumento de produtividade da lavoura;
  • Economia de 10 a 30% dos defensivos;
  • Aumento de produtividade das aeronaves;
  • Menor impacto ambiental;
  • Maior confiança no sistema de defesa fita sanitária praticada pelo agricultor e pela empresa de aviação agrícola;

Princípios do baixo volume oleoso

  • Aplicação de defensivos com volumes de 2 a 15 litros p/ha;
  • Neblina homogênea e com tamanho de gota controlada;
  • Mistura orientada do óleo, emulsificante, defensivos e água, com agitação intensiva e contínua, produzindo emulsão invertida estável e com baixo índice de evaporação;

A aplicação aérea de sementes forrageiras é uma grande ferramenta para a manutenção do sistema de plantio direto ou ainda na integração agricultura pecuária e sistema santa fé.

São largamente utilizadas as sementes de gramíneas como brachiarias, milheto, sorgo, além de cereais de inverno, e pré-germinados.


VALE PARANAPANEMA AVIAÇÃO AGRICOLA LTDA

Endereço Sede Social: R. SANTA CECILIA, 477, CAIXA POSTAL 01, ASSIS SP, CEP: 19800-970.

(18) 3323-7016 / (18)99621-3115 contato@valeaviacao.com.br

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por VipSystem Tecnologia